sexta-feira, 12 de junho de 2009

Missionário livra-se de tragédia da Air France por meio de profecia

Uma mensagem profética livrou o missionário Gláucio Oliveira da tragédia do voo 447. Ele mora em Paris onde atua como missionário. O vôo, que seguia do Galeão (Rio) para Paris saiu no domingo, às 19h, e desapareceu logo após, por volta das 23h.


O avião A330, que deveria pousar às 9h no Aeroporto Charles de Gaulle, na capital francesa, desapareceu no Atlântico, depois de voar em torno de 1,5 mil quilômetros do litoral brasileiro.

O jovem enviado à França pela AD carioca já estava com a reserva comprada quando, três dias antes — na quinta-feira —, recebeu o ‘alerta’ divino para não viajar ou então morreria.

Quando participava de uma reunião de oração, a irmã Renata Carnevale recebeu a mensagem do Senhor para o jovem, sobre o risco que ele correria caso insistisse em viajar. Renata convocou Jussara Gonçalves para ‘entregar’ a mensagem ao missionário.

— Não deixe o varão viajar, a cova dele está aberta. Ele vai morrer, dizia a mensagem divina.

Gláucio fazia o trecho através da TAM, mas deixou de viajar pela empresa a partir da morte de um colega pastor, em acidente com a empresa brasileira. Para ele os aviões da Air France eram os melhores do mundo.

Após receber a mensagem, Jussara ligou a Gláucio que, assustado, orou ao Senhor e sentiu a confirmação divina e cancelou o voo.

Fonte: Meia Hora, 3 de junho de 2009.

Divulgação: www.juliosevero.com

0 comentários: