terça-feira, 8 de julho de 2008

Record aposta em sensualidade e ação em "Chamas da Vida" para segurar a audiência

07/07/2008 - 23h00 do PopTevê

.... O humor da novela vai ficar por conta do núcleo da família de Brito (Ewerton de Castro) que é um verdadeiro "dono-de-casa", já que cuida dos afazeres domésticos enquanto sua mulher Roseclair (Stella Freitas) sai para trabalhar na fábrica de sorvetes. "Sempre sou escalado para fazer a comédia que vira drama", conta Ewerton, que vai passar por "maus bocados" ao descobrir que seu filho Guilherme é portador do vírus HIV.

Com o custo estimado de R$ 200 mil por capítulo, a Record vai voltar a apostar suas fichas nas tramas de ação, como fez nas bem-sucedidas "Prova de Amor" e "Vidas Opostas". Apesar de a emissora estar declaradamente em busca da liderança pela audiência, o diretor e a autora não se intimidam com a cobrança. "O ibope vai ser a conseqüência e não a causa", afirma Edgard.

(por Carla Neves)

----------------------------------------------------------------------------------------------

Fiquei indignado com o titulo da matéria acima.

Não foi a Rede Record comprada com dinheiro do dízimo ?

Eles que criticavam tanto a Rede Globo, se tornaram iguais a eles. Podemos então chegar a conclusão que todo aquele discursso era apenas retórica para engnar os incaltos.

Hoje uma novela da Record é igualzinha a da Rede Globo. E pior: A manipulação política que a Globo faz, a Record tem feito pior:

Durante meses todos os tele jornais da emissora mostraram exaustivamente o problema da dengue no Rio de Janeiro. O problema já tinha diminuido, e eles continuavam noticiando, inclusives com matérias e programas especiais sobre o assunto. Coincidentemente a Universal distribuia panfletos sobre o assunto e mais coincidentemente ainda, o sr. Crivella está concorrendo a prefeitura da cidade, então aproveitavam para malhar o atual prefeito....



0 comentários: