sexta-feira, 14 de setembro de 2007

Faz sentido um chip multi-core?


Ano passado comprei um Dual-Core 6400. UAU!!!!!
Mas na pratica será que faz tanta diferença assim? Reparei que a maioria dos aplicativos só conseguem utilizar 50% da CPU, ou seja, só utilizam 1 CORE. Sendo assim, cada a vantagem dos cores multiplos???

Esta é uma pergunta que se alguns cépticos vivem se fazendo diante do aumento dos chips dual-core ou quad-core que avançam a passos de gigante como os Tilera 64-core e o monstro de 80 núcleos apresentado pela Intel no ano passado.

Jerry Bautista, diretor do laboratório de pesquisas de processadores da Intel, defende o desenvolvimento dos multi-core e ele também explicou alguns casos de uso prático.

Na sua opinião, por exemplo, em aplicações multimídia como edição e reprodução de vídeo, linguagem natural, buscas contextuais ou na área de física dos filmes e jogos.

Bautista comentou que “agora que a indústria cinematográfica utiliza amplamente efeitos digitais realistas, imaginando que tal realismo pode ser mostrado em tempo real num filme ou jogo, é possível adaptá-los ao seu próprio estilo de aventura”.

A física de modelagem nos jogos foi citada como uma das principais aplicações. Segundo o pesquisador da Intel “Um jogo fisicamente realista pode consumir todos os recursos de cálculo disponíveis”.

Este realismo crescente não só pode ser aplicado em jogos, como também em mundos virtuais como Second Life. De fato ele aproveitou para divulgar que a companhia oferecerá uma amostra dos efeitos visuais no seu “mundo virtual”, no Intel Developer Fórum.

Segundo Bautista, para este tipo de aplicações as CPUs tem um melhor rendimento do que as GPUs.

0 comentários: